Saiba mais a respeito da raça Chihuahua

Saiba mais a respeito da raça Chihuahua Animais de Estimação Cães Raças de Cães

Origem e História do maravilhoso Chihuahua

A procedência do Chihuahua é cercada de controvérsia. No século X havia um bicho da espécie Techichi, este animal coabitava na mesma época dos Toltecas, e o Chihuahua seria resultante do Techichi. Segundo estudos arqueológicos, o Techichi aparecia em muitas figuras nas rochas dos templos nesta localidade. Esses animais teriam sido perpetuados pelos povos astecas, sendo tido como sagrados por causa de serem os “líderes” dos espíritos pelas “trevas”.
De acordo com alguns especialistas, a formação dos Chihuahua seria capaz de ser de uma era ainda mais antiga, em terras orientais, consoante uma uma prática das civilizações orientais, sendo esta espécie importada à América pelos navios que faziam comércio com os asiáticos.
O único consenso se refere à denominação da espécie: Esses cães eram obtidos em negócios que eram estabelecidos em um estado do México de nome “Chihuahua”. Já no meio do século XIX eram bastante conhecidos nas áreas fronteiriças entre México e Estados Unidos, de forma que o primeiro modelo aprovado no AKC – American Kennel Club foi no começo do século XX, mais precisamente.

Peculiaridades do Chihuahua

Suas orelhas destoam completamente do resto de seu corpo, dado que este é mais extenso do que alto, e elas são demasiadamente grandes. A sua cauda é inclinada sobre o dorso. Este cão poderá ser encontrado em cores como o fulvo claro, areia, marrom e prata. Chihuahua pode ser monocromático ou malhado e revela 2 opções de pelo, a curta e a prolongada, assim como a ondulada, o que é incomum.
As Chihuahuas fêmeas possuem a tendência de ser bastante peludas e bastante grandes, ao passo que, geralmente, a pelagem dessa raça é alisada e bem fléxil. Os admiradores dos Chihuahuas gostam deles com uma pelagem relativamente deslumbrante, quer dizer, quanto mais pitoresco, ideal. Esse espécime comporta os mais diversos tipos de cores. Independentemente destas observações, a pigmentação mais frequente é o rubi fosco.
Devido a sua fragilidade, ocasionada por causa de seu pequeno tamanho e estrutura física, eles são muito delicados, ainda mais na ocasião em que são filhotes. Seu porte, tanto para o cão como para fêmea, encontra-se entre quinze e vinte e dois centímetros. Independentemente de seu comprimento, é semelhante a um Dobermann e também com um Aidi, que chegam a pesar até 40 vezes a mais do que ele.

Temperamento da raça Chihuahua

O audacioso Chihuahua conseguiu sua posição como espécime toy preferido por causa de sua imensa veneração a uma única pessoa. É capaz de conviver em harmonia com os demais cães, entretanto com alguém desconhecido ele é capaz de ficar mais reservado. Devido ao seu comprimento, eles vão desejar resguardar o seu dono, porém não vão ser muito hábeis. Determinados podem ser corajosos, e outros mais acanhados. Geralmente é temperamental.
Bastante feliz, bem vigilante, bem eficiente e muito ágil. Por intentar se tornar um excelente cão de guarda, ele encontra-se a todo momento em atenção. Valente, o cão da espécie Chihuahua pode defrontar a espécimes mais encorpados. É muito amoroso com o dono, mas não atura facilmente pessoas estranhas. Se recear de alguma coisa, ele vai ladrar até conseguir atrair a atenção para si.
O Chihuahua é um animal delicado e a personalidade do dono, bem como o meio em que é criado, será capaz de sugestionar fortemente no caráter do cão depois de adulto. Não é uma espécie particularmente tolerante com crianças menores e é capaz de morder se instigado, logo é mais aconselhado para proprietários adultos, ou para pessoas que tenham crianças mais desenvolvidas, que saibam lidar com o gênio exaltado e intolerante do Chihuahua.

Vantagens de ter um pet Chihuahua

Esse espécime é muito obediente e flexível, sem mencionar a sua imensa inteligência. O seu comprimento o torna um cachorro compatível a muitos lugares, o que inclui apartamentos, mansões e fazendas.
Pela sua rebeldia, ele não é simples de ser adestrado, mas essa missão não é de fato inconcebível. O benefício dos Chihuahuas com relação aos demais cães é que, por causa de sua sagacidade, são capazes de ser ensinados por todo tipo de adestramento. Quanto mais cedo você socializá-los com outros espécimes e pessoas desconhecidas, mais fácil vai ser a acomodação desses espécimes.
Tudo o que o Chihuahua é capaz de fazer para se exercitar, como andar ou distrair-se, em razão do seu tamanho, é capaz de ser exercido no interior de sua residência. Não existe necessidade de enormes espaços para se possuir um Chihuahua. No entanto, eles amam, como as outras raças, de empreender caminhadas diárias pela rua com seus donos.

Problemas usuais do Chihuahua

Chihuahuas frequentemente são onívoros, isto é, consomem de tudo e é necessário possuir uma atenção especial com a alimentação conveniente e balanceada pra eles. Ao mesmo tempo, é fundamental não dar alimentos demais esta raça pequena. Não ofereça ao seu Chihuahua doces e chocolates, esses alimentos poderão ser tóxicos para seus órgãos digestivos, ocasionando distúrbios de diabetes, obesidade e até mesmo levando certos cães à morte em casos mais sérias.
Os cães que apresentam obesidade, frequentemente possuem problemas de ligamentos, bronquite e uma existência menos duradoura.
Diferentes potenciais compradores dessa espécie querem animais profundamente pequenos, entretanto é necessário observar, na hora da escolha, se não estão doentes ou subnutridos ou, se forem sadios, em algumas situações serão capazes de ter uma vida curta e graves problemas de saúde. Não vá julgando que toda ração é aceita! Para todo Chihuahua existe um modelo de ração, diferenciando pelo porte, altura e peso.
Como pontos desfavoráveis podemos declarar que cachorros da espécie Chihuahua são bem covardes, zelosos ou mesmo violentos.

Como cuidar de um Chihuahua

O Chihuahua é um cão bem-disposto, contudo que pode se exercitar disparando no interior da residência. Adora investigar o jardim ou exercer pequenos passeios na corrente e ama seguir a família em ocupações ao relento. Esta espécie é exclusivamente para habitar dentro da residência. O jardim não é para este cão. Temperaturas mais geladas não são apropriadas para essa raça. Não é exigido grandes cuidados ou tratamentos para a sua pelagem. Escove-o de duas a três vezes por semana.
Um Chihuahua necessita de muita atenção. Eles selecionam uma pessoa da família como “seu” e sentem muita saudade desta pessoa no momento em que ela se encontra longe.
Empregue um peitoral ao invés de uma guia, com o objetivo de preservar o pescoço de seu cão enquanto ele anda. Sem falar que este peitoral defenderá o Chihuahua de um Colapso na traquéia.
Dê alimento a ele com ração com muita carne. Proteínas não devem ser menos de trinta por cento, e gordura, vinte por cento. Quanto menos fibra, melhor, de preferência menos de 4%.

Os Filhotes do cão Chihuahua

Apesar de sua anatomia minúscula, os filhotes são bastante ativos e divertidos. Em contrapartida, carecem de ser tomados cuidados especiais a fim de que nos primeiros dias de vida ele não seja vítima de caídas que possam afetar sua ossatura ainda se constituindo.
Não é sugerido às pessoas que tenham crianças bastante novas no lar possuir um Chihuahua como animal de estimação. Neste caso, os cuidados têm que ser duplicados, impedindo acidentes como o cão ser pisoteado pela criança ao longo das brincadeiras.
Crias da espécie podem ser tranquilamente criados com outros cachorros e têm o hábito de recrear-se muito em brincadeiras e correrias. Somente é preciso cuidar para que jamais haja uma desproporção de tamanho muito grande entre os integrantes da brincadeira, impedindo deste modo qualquer tipo de incidente. Banhos apenas carecem de ser dados após a última dose de vacina, aos 4 ou cinco meses.
Para adquirir um cão sadio, jamais escolha um filhotinho de um criador irresponsável ou em uma loja de animais sem proveniência. Procure por um criador estimado que teste seus cães reprodutores para se certificar que os cães estão livres de doenças genéticas que são capazes de ser transmitidas para os filhotes.

Curiosidades acerca do Chihuahua

– Esta espécie tem uma vida mais longínqua, conseguindo sobreviver mais tempo do que as demais raças. E o porte pode interferir, pois o enorme Dog Alemão geralmente possui uma existência mais curta e o nanico Chihuahua é capaz de superar os vinte anos. Além do mais, é uma espécie que não pode possuir distúrbios delicados de saúde. Marilyn Monroe era admiradora de Chihuahuas. Ela tinha muitos animais de estimação: .